quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Amor, o dom supremo

Começando com a leitura de João 6:60-66

Bem, eu li este texto, porque passei um bom tempo com Deus elaborando o estudo desta noite, e este estudo assim como o texto que acabei de ler, será um duro discurso.
O texto base que quero trabalhar fica em Coríntios 13. Bem este texto fala de que? Fala de amor, não é? Isto mesmo que quero falar aqui hoje de amor. Mas pode ser duro ouvir falar de amor?
1 CORINTIOS 13:1-3
Estes três primeiros versículos estão falando da mesma coisa, sem amor apenas podemos fazer barulho, o som pode até ser bonito como o som do sino, mas não opera mudanças, logo passa, e mesmo quando emociona, não transforma.
Ou seja, sem amor não importa o quanto cante bonito, o quanto toque bonito, não importa o quanto fale bonito, não importa o quanto se conte vantagens de grandes coisas, não importa o quanto se queira fazer coisas bonitas diante das outras pessoas, porque você pode até emocionar, você pode até receber aplausos, mas será passageiro, e nada terá mudado, as pessoas continuaram a viverem suas vidas da mesma forma como viviam antes. Porque sem amor, nada seremos uma vez que nada disso será aproveitável.
Já com o amor a coisa é diferente, ele nem precisa fazer barulho, não precisa fazer grandes alarmes, aliás, o amor nem precisa falar muito, pois não precisa disso para dizer tudo. O amor tem a capacidade de mudar, de transformar, porque não dá para permanecer como se está na sua presença, ele incomoda quem não o possui, e move aqueles que o conhecem com intimidade.
Querem um exemplo: Moisés sob a ordem de Deus, podia abrir um mar no meio, concerteza uma coisa magnífica, muito bonita mesmo, mas se ele não tivesse amado aquele povo a ponto de pedir para Deus perdoar aquele povo no deserto, ou se não podia riscá-lo do livro da vida, provavelmente aquele povo acabaria perecendo todo no deserto, e nunca chegariam a terra prometida.
Outro exemplo: Jesus quando questionado com o que deveria ser feito com a mulher adultera, a protegeu atingindo os acusadores com aquilo que possuíam dentro do próprio coração. Agora pergunto, será que Jesus fez isto porque a mulher não era pecadora, será que é porque Jesus não considerava adultério um pecado grave, será porque ela era uma mulher que não tinha ninguém para defende-la, talvez porque Jesus estava com vontade de pisar no calo dos adversários? Não, Jesus a salvou pelo mesmo motivo que salvou você e eu, porque a amou. Depois que os acusadores dela foram embora, Jesus não passou um sermão nela, mas também não esta anotado aqui que Jesus disse para ela que a amava, mas não era mais necessário palavras para isto, também não foram necessárias palavras quando Jesus estava na cruz, pois Jesus fez mais do que simplesmente falar, ele demonstrou o seu amor.
Nós gostamos muitas vezes de usar esta palavra “amor”, demonstrá-la é mais complicado.
Agora imaginem aquela mulher, já estava condenada, não havia mais esperança, ela estava no corredor da morte, a lei pesava sobre ela, o pecado dela e o ódio daqueles homens a entregaram a morte, mas o amor de Jesus lhe devolveu a vida.
---------
“O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões.” (Pv 10:12)
“Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados” (1 Pedro 4:8).
-------------
Sabe por que o amor encobre multidões de pecados? Porque quando ama se empurra a sujeira das pessoas para debaixo do pano, como se não tivessem acontecido? Não, porque onde habita o amor, se encontra o perdão, e com este transformação e salvação.
Aquela mulher podia ser transformada, pois por amor, passou ter a chance de se arrepender. Imagino o que aquela mulher via quando olhava para Jesus. Jesus não a disse que a amava, mas não era mais necessário.
De que lado costumamos ficar, dos acusadores? Ou do que perdoa?
E o incrível é que assim como aqueles escribas e fariseus os que estão sempre prontos a condenar, são aqueles que acumulam pecados sobre si.
“A mais o irmão (fulano de tal) não vale nada, o pastor tem que saber quem ele é de verdade, ele num vale nada não, só se faz de santinho”.
Prestem bem atenção, eu não estou dizendo que se você ver alguém em pecado, que você não deve avisar o Pastor para que o problema possa ser tratado, o problema é querer dar uma pedrada quando você está merecendo levar uma, esse era o problema daqueles homens.
LER: 1 CORINTIOS 13:4
PORQUE eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o SENHOR dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramos. (Malaquias 4:1)
“É mais esses soberbos merecem se dar mal mesmo!”
Mas quem são os soberbos?”
Soberba é o sentimento negativo caracterizado pela pretensão de superioridade sobre as demais pessoas. Se você se acha melhor do que as outras pessoas aqui, se você se acha melhor do que as pessoas com quem você trabalha ou estudam com você. Então você é uma pessoa soberba. (pode ser dado exemplos de atitudes soberbas e explicar que ganhar menos não significa valer menos)
O amor não ensoberbece, como você esta tratando os Irmãos aqui da igreja? Como você está tratando as pessoas lá fora que carecem de um encontro com Jesus, como você trata os seus colegas de trabalho, como você trata os seus empregados? Como se fossem lixo e você fosse alguma coisa? Porque isto é pura ilusão, "Pois todos pecaram e carecem da gloria de Deus" (Romanos 3:23).

“Mas não da para amar, o pessoal do mundão não gosta de mim por causa do evangelho, não vão com a minha cara porque eu sou crente, não gostam de mim porque levo uma vida diferente deles”
Não vão com a tua cara porque você é crente, ou porque você é um chato? Não vão com a tua cara porque você é crente ou porque é mais fácil viver com uma pessoa que nem conhece a Deus do que com você?
E depois dizem que o amor é cego, mas ele não é não, pois o amor não é soberbo, ele não acredita ser uma coisa que não é, e assim então ele consegue ser o contrario dos soberbos, ele consegue ser humilde.

LER: 1 CORINTIOS 13:5
O amor não busca os seus interesses, logo não é possível amar uma pessoa, e de repente não amar mais, por não ser mais interessante. Ai que esta a questão do amor, ele não precisa de uma razão.
“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5:8)
Deus nos amou, porém não existia nenhum interesse nesse amor, pois o texto diz sendo nós ainda pecadores, Deus não amou porque nós valíamos a pena, nem porque nós o amamos primeiro. Aliás não havia nenhum motivo para que Deus nos amasse, mas ele amou, e provou enviando seu filho para morrer por nós.
E com isto eu aprendo uma coisa que muita gente ainda se encontra equivocada, o amor não é uma emoção, se o mesmo o fosse, poderíamos nos defender dizendo que não somos capazes, pois não estamos sentido vontade, porem o amor é uma atitude, tanto é que a biblia resume os mandamentos em amor para com Deus e para com o próximo, mandamentos que eram atitudes corretas com o próximo e com Deus.
“Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Gálatas 5:14)
 “Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos” (1 Jo 3:16)
Nós devemos Irmãos, não é se de repente bate a vontade, já pensou se na ora que Jesus estava sendo crucificado, ele estava emocionado por aquelas pessoas que estavam tirando sarro, será que ele estava emocionado com a minha vida, “nossa como este meu servo é legal, como ele é gente boa, fico até emocionado de morrer por ele”, será que ele estava emocionado com a sua vida, enquanto carregava o meu e o seu pecado. É ruim em Irmão, isto não é o tipo de coisa que se faz com emoção, se faz com atitude de amor.
E no casamento então, não amo mais o meu esposo ou não amo mais minha esposa pastor, ta muito difícil de amar, você esta falando que eu tenho que amar porque o senhor não conhece a peça de verdade. O pastor pode realmente não conhecer como a pessoa é de verdade, e nem precisa conhecer, porque na verdade o problema é seu. “Nossa, mas porque o problema é meu”. Porque foi você que fez um juramento de amar o outro e não o Pastor. E se Jesus desistisse de nós se queixando que somos muito difíceis de amar. Mas ele não faz isto, pois como ele nos mostrou, amor é atitude, não é emoção, isto quer dizer que se um servo de Jesus casado encontrar outra pessoa que mecha com as suas emoções, deve tomar vergonha na cara e lembrar do juramento que fez diante de Deus com quem se casou, e nunca aceitar essa idéia do mundo através das novelas que deve sempre ficar com quem se “ama”. Isto é uma mentira do inimigo para destruir famílias. E isto o que eu falei vale para homem e para mulher. E para quem não casou, não acredite naquela conversa que relação sexual é prova de amor, é outra mentira como a anterior pregada pelos meios de comunicação e agradável para aqueles que gostam de ser enganados. Ame com atitude e sabedoria, não apenas com emoção, porque a emoção, essa sim, quando esta sozinha é cega e pode te lançar em um buraco.

O amor não busca os seus interesses. Ai eu pergunto, porque você vai para a igreja. Para buscar a Deus? Ou atrás dos seus interesses? Para buscar a Deus? Ou porque você esta precisando de uma benção? É complicado quando vejo cristãos que só buscam a Deus quando a coisa ta feia, quando tem o que precisa, ou se afasta da igreja ou leva uma vida cristã medíocre. Você esta aqui esta noite para buscar a Deus, ou porque é interessante manter o status de Cristão perante os demais. Eu pergunto isto, Porque se é pelos seus interesses, você esta perdendo o seu tempo aqui hoje. Porque na vida Cristã não se busca os seus interesses, se busca a Deus, e ele é fiel para nos dar o que precisarmos.

Dando seqüência na palavra.
LER: 1 CORINTIOS 13:6
Gente sabe o que este versículo nos ensina, que no amor não existe espaço para mentiras, pois o amor se alegra com a verdade, ou seja, também não é possível amar e viver uma vida de mentiras. Ai eu pergunto meu irmão, o que tem saído da sua boca é verdade ou mentira, você é realmente isto que os outros vêem, ou tem outra coisa escondida ai dentro.
Estes dias atrás quando eu e meu colega de trabalho estávamos entrando no carro para voltar a empresa, ele viu um homem, que era conhecido dele, do outro lado da rua que também esta estava entrando no carro, então o meu colega chegou perto para cumprimentá-lo e ele estava com uma moça bonita do lado e a apresentou ao meu colega dizendo que era a sua prima e deu uma piscadinha. Bem meu colega voltou para o carro da empresa e me disse, Marquinhos, olha este cara é Crente e casado, mas fora da igreja é um sem vergonha. E o cara me da uma piscadinha como que contando vantagem.
Ai eu pergunto, como este meu colega pode se converter, como ele pode ter vontade de ir para igreja, quando ele me aponta lá dentro um adúltero se fingindo de Santo. O que adianta pessoas como esta falarem de Deus com os demais irmãos da igreja onde freqüenta, quando jogam o nome da igreja do Senhor na lama perante as que precisam ser salvas e perante o inimigo das nossas almas, e escondem os seus pecados dos Irmãos acreditando que vão ficar impune, Loucos, pois Deus conhece todas as coisas e terão que prestar contas a Deus antes do que imaginam, acreditando nele ou não. Pois eu tenho as minhas dúvidas sobre se pessoas que vivem em pecado dentro da igreja do Senhor, acreditam realmente em Deus, pois porque esconderiam seus pecados diante de pessoas de carne e osso enquanto não podem se esconder daquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.
“Nossa Marquinhos mais ai você esta acusando a pessoa, quando você disse agora pouco que se deve perdoar.”
 Ai eu digo, na bíblia vimos que Jesus mesmo amando a todos, usava palavras brandas com aqueles que não tinham conhecimento da palavra, mas usava palavras duras com os estudiosos da palavra que a conheciam, mas não praticavam sendo tropeço para que outros viessem a servir a Deus.
No amor não há espaço para mentiras, porque a mentira destrói porque a mentira é do diabo, e ele não tem parte com nosso Deus, pois Deus é amor. (1 Joao 4:8)

LER: CORINTIOS 13:7-8
Observando estes versículos, percebi que:
Não é possível sempre sorrir enquanto se ama, afinal, Jesus chorou, porque o amor tudo sofre.
Porém o amor jamais perde a fé irmãos, porque tudo crê.
Também observei que:
Não é possível ter sempre tudo de imediato quando se ama, porque afinal ele tudo espera
Mas o consolo é que ele nunca desiste, porque tudo suporta.
E sempre alcança a vitória, porque nunca falha.

LER: CORINTIOS 13:9-11
Irmãos se ainda não aprendemos a amar, somos ainda considerados meninos que não sabem diferenciar o certo do errado, que ainda não tem conhecimento, ainda não nos tornamos homens e mulheres de Deus, pois se os mandamentos se resumem em amor e não praticamos, logo somos ignorantes em relação a palavra ou contrário a palavra de Deus, se ficamos arrumando desculpas e mais desculpas ao invés de como um servo de Deus, apenas obedecer, logo ainda estamos falando e sentindo como um menino. Devemos a cada dia crescer no amor, pois quem diz que ama a Deus e odeia seu irmão é mentiroso e a palavra continua: Quem ama a Deus, ame também a seu irmão (1 Jo 4:20).

E assim então você poderá dizer:
LER: CORINTIOS 13:12
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus, ou seja, que o coração não esteja cheio de hipocrisia, mas de amor.

E Finalmente posso afirmar que o amor não é emoção, e não da para amar com base na emoção, sabe porque? Porque a emoção não consegue acompanhar o amor, as nossas emoções são passageiras, mas amor permanece para sempre.
“Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor”(1 Co 13:13)

Não trouxe esta palavra para apenas preencher o tempo dos irmãos, também não trouxe esta palavra para ganhar um tapinha nas costas por estar pregando o evangelho, até porque não sou eu quem faz a obra. Jonas pregou com uma má vontade de dar desgosto lá em Nínive e mesmo assim mais de 120 mil homens foram salvos, mas por quê? Porque Jonas era o cara? Não, porque é Deus quem faz a obra. Porque é Deus quem fala aos corações. Eu trouxe esta palavra porque Deus a colocou no meu coração, porque ela queimou no meu coração. E não acredito que isto foi por acaso, porque ver o amor se esfriar no mundo é muito triste, mas quando vejo isto acontecer dentro das igrejas, ai é desesperador. Quando vejo a falta de amor com as coisas de Deus dentro das igrejas é lamentável.
Você ama a Deus Irmão? O que tem feito pela obra Dele? Ou o seu amor fica só nas palavras, ou você acha que essa tarefa é só do Pastor?
Não pensem que falo estas coisas com alegria, mas com profunda tristeza, por termos feito muito menos do que podemos fazer. Por ver irmãos se achando melhores do que os outros, por ver tantas pessoas trocando Deus pelo mundo, pelos seus próprios interesses e ainda por aquelas que embora freqüentem OS cultos nunca crescem no evangelho porque trazem apenas o corpo, mas o espírito permanece longe de Deus. Louvam a Deus com a boca, mas o coração não esta firmado na sua palavra, não possui compromisso com a obra de Deus.
E assim uma igreja não pode crescer, nem em número de pessoas e muito menos em qualidade espiritual. Sabe por que? Porque a igreja não presta? quem é a igreja se não as pessoas que estão nela. Muito cuidado para não usar esta frase que acabei de falar por ai. Porque a igreja somos nós e se dissermos que ela não presta é porque nós que freqüentamos estamos fazendo parte, mas não estamos fazendo a nossa parte. É irmão, você esta vendo problemas na igreja, ajude, não da para ajudar resolver este problema diretamente? Então ore. O que não pode é você sair de dentro da sua igreja reclamando dos outros se você não tem feito a sua parte.
A bíblia fala do amor como um caminho sobremodo excelente e apesar de serem também dons dados por Deus, não me impressiono com dom de professias (e olha que nem estou falando destas profetadas que anunciam bênçãos de Deus até para pessoas com a vida em desordem com Deus, ou seja, “profetas” com uma visão espiritual pior que de uma topeira), também não me impressiono com o dom de línguas, mas fico profundamente admirado quando vejo o amor que certas pessoas demonstram as outras. Fico admirado quando pessoas brilham fora da igreja, não sendo luz apenas aqui dentro.
E se alguém acha que estou falando para você, Glória a Deus, pois clamei para que Deus falasse com cada vida que ouça esta mensagem, assim como já falou comigo. E peço do fundo do meu coração, que você olhe para a sua vida, só para a sua, esqueça neste momento a vida dos demais, e pergunte para o Senhor, a minha vida tem te agradado?
Se você sente que a resposta é sim meu Irmão, parabéns, continue sendo benção.
Mas se você sabe que a resposta é não, aproveite esta oportunidade que Deus esta te dando, não espere, você não sabe se vai ter mais tempo, se vai ter outra oportunidade, mude agora o rumo que você tem tomado, busque a Deus em espírito em verdade e você terá prazer de estar na sua presença, você terá força para vencer a carne, e assim poderá agradar o coração de Deus. Amém!

Lembrando Irmãos se este amor que é citado em Coríntios 13 não for praticado no dia a dia, depois que saímos da igreja, depois que passa a nossa emoção, de nada valeu. Pois sem amor, nada serei.


Por Marcos Vinicius Vicente.

2 comentários:

  1. Graça e paz de nosso Senhor Jesus Cristo. Gostaria de glorificar ao Deus Santo em nome de Jesus por esses conteúdos tão rico de sabedoria e unção, pois nos ajuda muito. Parabéns ao escritor e Glórias ao inspirador. Amém

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz de nosso Senhor Jesus Cristo. Gostaria de glorificar ao Deus Santo em nome de Jesus por esses conteúdos tão rico de sabedoria e unção, pois nos ajuda muito. Parabéns ao escritor e Glórias ao inspirador. Amém

    ResponderExcluir