sexta-feira, 24 de junho de 2011

Rasgar...


LEITURA BÍBLICA
Lucas 18.9-14

Rasguem o coração e não as vestes. Voltem-se para o Senhor, o seu Deus, pois ele é misericordioso e compassivo, muito paciente e cheio de amor; arrepende-se, e não envia a desgraça (Jl 2.13).

Hoje lemos algo do caráter de Deus refletido em Jesus. Tal como Deus Pai e Espírito Santo, o Filho também é misericordioso, compassivo, paciente e cheio de amor. Contudo, vemos nos evangelhos um grupo de pessoas que, digamos, acabavam com sua paciência. Jesus não tolerava o comportamento dos fariseus. Em muitas passagens Jesus se mostra duro com eles, ora censurando-os diante das multidões ora alertando seus discípulos a que os evitassem.
Ele não agia assim por ressentimento, claro. O que não podia suportar era a falsidade deles.

A religiosidade dos fariseus era só aparência. Aparentavam extrema santidade diante das pessoas, mas por dentro eram maus, orgulhosos, cobiçosos, sempre inclinados a condenar nos outros o que eles mesmos praticavam. Não foi por pouco que o termo “fariseu”, que de início descrevia um grupo político-religioso judaico, acabou adquirindo o significado de “falso ou hipócrita”.

Dentre os atos religiosos externos praticados pelos fariseus (e também por outros judeus) estava o de rasgar as vestes de forma teatral, indicando tristeza ou arrependimento, um ritual que já vinha do Antigo Testamento. Mas como Joel alerta, não adianta rasgar as roupas. Isso pode não passar de encenação. Ele chama o povo a um arrependimento verdadeiro, que vem de dentro e que ele chama de rasgar o coração. Só assim obteriam o perdão de Deus, que, vendo a sinceridade de seus “corações rasgados”, deixaria de castigá-los como mereciam.

Deus é paciente, misericordioso e cheio de amor, mas não tolera falsidade. Está pronto a nos perdoar, desde que nosso arrependimento seja genuíno. Rasguemos pois os nossos corações e não as nossas “vestes” em sinal de arrependimento diante de nosso Deus. – ACG/ARG

Deus não tolera a falsidade, mas está pronto para aceitar o arrependimento sincero.

sábado, 18 de junho de 2011

Em breve...

Novo ícone com DOWNLOAD'S
Cifras e Letras para você que gosta de música e/ou do estilo que tocamos!

Fique atento...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Reconciliar-se


 Uma breve continuação de "Vamos ao Deserto?", parte 2, haha.

Deserto, lugar de reconciliamento, também!
Livro de Oséias: 2 – 6 a 16
Deus diz que iria levar Israel, sua noiva, para o deserto e ali falaria com ela, faria com que se arrependesse.
 Inventaram a tal da DR (discussão de relacionamento). Vamos ver então que essa é uma invenção velha já...  Bem, seria isto que Deus queria fazer com Israel?
Em um aspecto bem grosseiro, pode até ser, mas com um pequeno detalhe: uma discussão em que só Deus fala, Israel fica quieta, e simplesmente obedece, e por quê? Deus é Deus! Simples assim... Mamão com açúcar. Mas o que Deus falou com Israel? Não sei responder isso exatamente, mas com toda certeza, se você tem o Espírito Santo contigo, sabe do que eu estou falando. O Espírito Santo é aquele que nos convence dos nossos erros, dos nossos pecados. Ele é o único capaz de despertar uma alma sofrida, capaz de dar o consolo certo e trazer alegria e paz para o coração aflito.
Israel tinha se afastado de Deus logo no inicio quando, depois de terem saído do Egito, construíram um bezerro de ouro, simplesmente pelo fato de Moisés estar “demorando” no monte. Mas Deus irou-se e castigou a todos por isso. Certo? É obvio que não. Deus os perdoou porque depois eles se arrependeram. Depois disto, Israel errou muitas vezes, mas Deus sempre os perdoou, e por quê? Porque um dia Deus firmou um relacionamento intimo com Israel, e nunca se separaria dela; um casamento eterno.
Mas como eu disse semana passada, nós somos o Israel de Deus deste tempo. Israel pecou contra Deus? Claro que sim. Assim como nós também pecamos, mas a graça e a misericórdia de Deus que nos é dada através de Cristo é tão maravilhosa que basta que nós nos arrependamos, para que Deus nos aceite novamente. É, mas tem um porém que eu escrevi nesta frase: “arrepender”. Oh palavrinha difícil! Mais difícil ainda é colocá-la em pratica.
O apóstolo Paulo nos fala em Romanos 7, 19 e 20:
Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.”
Não quero entrar em detalhes a respeito deste texto, mas uma coisa ele nos mostra: todos nós somos pecadores, a diferença esta em arrepender-se ou não. “Mas Guilherme, eu preciso me arrepender de todo o coração. Como vou saber se estou me arrependendo da maneira certa?” Aqueles que aceitam a Cristo, o recebem em seu interior de tal forma que tudo muda. E o pecado que se cometia antes, passa a incomodar e aquilo passa a ser algo ‘asqueroso’ e ‘nojento’, uma vez que você foi convencido que aquilo é errado. Por sorte, temos um Pai tão maravilhoso, que nos aceita de volta, nos reconcilia com Ele, pelo sangue de Cristo doado à nós naquela cruz.

"Ao Senhor, nosso Deus, pertencem a misericórdia, e o perdão; pois nos rebelamos contra Ele"  (Daniel 9 : 9).

Com toda certeza Deus quer que todos se salvem, mas para isso acontecer, o homem precisa dar o primeiro passo: “ARREPENDER-SE”. Se você vive pelo Espírito Santo sabe que precisa se arrepender porque o próprio Espírito te convence disto, a não ser que você tenha o afastado de você mesmo. Porque é um erro de interpretação pensar que é o Espírito Santo que se afasta, porque pra isso acontecer, você se afastou Dele primeiro, não deixando espaço pra Ele agir. Pra quem conhece a terceira lei de Newton sabe que toda ação provoca uma reação.
Não rejeite a Palavra que vem de Deus. Israel rejeitou por tantos anos, que teve que esperar muitos e muitos anos pra poderem entrar na terra prometida, e mesmo assim, depois que entraram, fizeram coisas horrendas perante os olhos de Deus. Arrependeram-se? Muitos se arrependeram. Voce também pode fazer isto?

Quando você pecar, lembre-se que existe um Deus muito maior que o seu pecado, e quer te perdoar.
E DIRÁS naquele dia: Graças te dou, ó SENHOR, porque, ainda que te
Iraste contra mim, a tua ira se retirou, e tu me consolas.
(Isaías 12 :1)


"Um doador de Sangue salvou minha vida" by I.E. Metodista
Não é apenas uma frase "bonita", é a frase que deu sentido a 
vida daqueles que aceitaram a Cristo.



Por Guilherme Antunes

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Vamos ao deserto?

Hoje eu estava pensando sobre algumas coisas, e uma coisa em especial me chamou a atenção. O Amor. aaaaahh.. o amor... Vamos lá para o livro de Jeremias 31, começando com o verso 3 e indo para o 33 e 34, diz:
3 - Há muito que o SENHOR me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí.
33 - Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
34 - E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao SENHOR; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o SENHOR; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.
Depois disto, vamos para os versiculos 16  e 17 de
HEBREUS 10
16 - Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos; acrescenta:
17 - E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades.

Não pare de ler, por favor! Por favor... Continue a ler. Não é muito grande.
(Não foi atoa que eu atualizei o blog por 2 vezes no mesmo dia, e não foi pelos meus próprios meios que eu resolvi fazer isto, mas o Espírito Santo fala aos nossos corações, e não podemos resistir.)

Vamos agora para o livro de Oséias:
OSÉIAS 2:
6 - Portanto, eis que cercarei o teu caminho com espinhos; e levantarei um muro de sebe, para que ela não ache as suas veredas.
7 - Ela irá atrás de seus amantes, mas não os alcançará; e buscá-los-á, mas não os achará; então dirá: Ir-me-ei, e tornar-me-ei a meu primeiro marido, porque melhor me ia então do que agora.
8 - Ela, pois, não reconhece que eu lhe dei o grão, e o mosto, e o azeite, e que lhe multipliquei a prata e o ouro, que eles usaram para Baal.
14 - Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração.
15 - E lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor, por porta de esperança; e ali cantará, como nos dias de sua mocidade, e como no dia em que subiu da terra do Egito.
16 - E naquele dia, diz o SENHOR, tu me chamarás: Meu marido; e não mais me chamarás: Meu senhor.
 
Deus nos diz que depois daqueles dias, ou seja, da vinda e ressurreição de Cristo, Ele colocará as leis em nosso coração para que nunca mais nos desviemos Dele. Mas quais leis? Há quem diga que é os 10 mandamentos, o que eu não concordo muito, porque quando se trata de leis no novo testamento, se refere a uma única coisa: AMOR, e mais: se fosse os 10 mandamentos, então porque o povo de Israel no velho testamento se desviou tantas vezes? Afinal eram eles os provedores da lei. A lei, todos eles já sabiam “decoradamente”.
"Porque, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, que são pela lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte. Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra. Que diremos, pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás." (Romanos 7: 5 a 7)
Podemos ver que por esta lei nós não podemos mais ser salvos, mas a lei do amor, colocado por Deus nos corações daqueles que recebem a Cristo, nos dá a vida!
A lei do amor! Mas como assim? Não eram AS LEIS (vers. 16 de Hebreus 10)? O amor é a base de tudo, sem ele as outras coisas não existiriam, sem o amor, nós não existiríamos. É este amor que Deus quer que tenhamos por Ele, assim como Ele tem por nós, e que foi capaz de dar seu único filho para morrer, e depois disto, dar-nos o poder de sermos chamados filhos de Deus.
É interessante pensar como Deus trata Israel como sendo Sua noiva, e fala diversas vezes do amor que Ele iria usar por esta noiva.
Israel foi o povo escolhido por Deus para ser o povo de Deus, e mais que isso, para dali prover o Salvador do mundo, que é Jesus. E quando Israel está afastada de Deus, Ele diz que irá atraí-la. E no livro de Oséias, Deus diz que irá levá-la ao deserto e ali falará com ela, e lhe tirará toda impureza, fará com que Israel se arrependa.
Você já se olhou hoje? O que você viu? Um pecador? Parabéns! Todos nós somos pecadores, e não há um sequer que seja justo. Mas se você é daqueles pecadores arrependidos, e diz estar com Cristo, então ande igual a Cristo.
I JOÃO 2:
6 - Aquele que diz que está Nele, também deve andar como Ele andou.
Você já parou pra agradecer a Deus por tudo que Ele fez? Já faz algum tempo que coloquei aqui algo relacionado a isso. Agradecer a Deus mesmo em meio a dificuldades e alegrias (o que às vezes todos esquecem). Eu lhes pergunto: como pôde Deus escolher um povo que reclama tanto? Ele não poderia, simplesmente, ter escolhido outra nação depois da prostituição de Israel? Simples. Quando se escolhe alguém para casar, você fica mudando de pessoa porque ela não está como você gostaria que ela estivesse? No caso do mundo, pode até ser, mas com Deus é diferente. Ele nunca mudou nem nunca vai mudar. Ele é o mesmo ontem, hoje e sempre. Isto basta. Tudo por amor. Amemos a Ele, porque Ele nos amou primeiro.
Eu fico cada vez mais decepcionado com o mundo, e principalmente com as pessoas que estão a minha volta. Todos os dias eu tenho que ouvir coisas que eu fico pensando “meu Deus, como que um ser pode pensar dessa forma?” (penso isto também, quando vejo certos comportamentos dentro da Igreja, e faço uma pergunta muito mais pesada que esta!). O mundo não sabe como viver, e nunca saberá se não se converter de todo o coração. 
Há pessoas dentro da Igreja que querem viver como o mundo vive. Pois bem. Sabe do que Deus lhe chama? Prostituta! Não há como servir a DOIS SENHORES!!! Será que a Palavra de Deus não foi clara??? Não andemos como néscios, mas como conhecedores e PRATICANTES da Palavra de Deus.
Nós somos o Israel desde tempo! Vivamos como Ele quer que vivamos, e não da nossa maneira. Foi vivendo de maneira própria que o povo de Israel andou pelo deserto mais de 40 anos.  Conhecemos a Deus, não só de ouvir falar, mas de andar com Ele, porque Ele é o nosso marido, e não podemos nos prostituir como fez Israel, mas devemos ter nossos olhos fitos em Cristo, e somente em CRISTO.
Mas Cristo está pronto à nos perdoar. Ele nos chama ao arrependimento. Ele quer nos levar ao deserto e falar ao nosso coração. Basta você O deixar agir.
São tantas as coisas que eu gostaria de escrever aqui, mas sei que nem todos chegarão a ler até aqui, por isso resolvi que vou continuar escrevendo sobre isso, mas colocando aqui nas próximas semanas (conforme possível) apenas alguns trechos, para garantir o alcance de alguns, por que este também deve ser nosso objetivo: IDE, ANUNCIAI AS BOAS NOVAS DE CRISTO: O AMOR.
Peço a Deus que você consiga enxergar seu erro, não através das minhas palavras, mas através das Palavras que o Espírito Santo está querendo falar ao seu coração.
Deus quer que voltemos ao primeiro amor por Ele. Só assim Ele poderá agir em nossas vidas para nos transformar e nos fazer de acordo com a vontade Dele. Que isto seja o nosso clamor a cada dia: "Pai eu quero estar contigo, não importa o preço. Desejo que a Tua vontade seja feita." Amém.
Abaixo, você pode ver um louvor tremendo. Ao contrario do que muitos pensam, musicas de adoração a Deus não se curtem, elas foram feitas para você reflitir como anda sua vida. Reflexão não é para fracos, é para corajosos. E você pode ter coragem para isso, não pode??  Você ama a Deus de TODO o seu coração, mesmo?


Por Guilherme Antunes


Oração

 
As vezes você já se perguntou: qual a forma adequada de orar?

               É melhor orar em pé, sentado, ajoelhado ou de cabeça baixa? Minhas mãos devem estar abertas, fechadas ou em direção ao céu? Meus olhos devem estar fechados quando eu oro? É melhor orar na igreja ou ao admirar a natureza? Devo orar de manhã quando acordo ou à noite antes de ir dormir? Há certas palavras que devo dizer em minha oração? Como começo a minha oração? Qual o método certo de terminar uma oração? Essas perguntas, e outras, são perguntas comuns que recebemos sobre oração. Qual a forma adequada de orar? Essas coisas realmente importam?

               Muito frequentemente oração é vista como uma espécie de “fórmula mágica”. Se você não diz exatamente o que deve dizer, ou orar na posição certa, Deus não vai escutar ou responder a sua oração. Isso não é bíblico de forma alguma. Deus não responde as nossas orações baseado em quando oramos, onde estamos, a posição dos nossos corpos, em que ordem fazemos nossas orações. 1 João 5:14-15 nos diz: “E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos”. Semelhantemente, João 14:13-14 declara: “E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei”. De acordo com essas e muitas outras passagens, Deus responde nossos pedidos de oração baseado em se pedimos de acordo com Sua vontade e no nome de Jesus (para trazer glória a Jesus).

             Então, qual a forma adequada de orar? Filipenses 4:6-7 nos diz: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”. A forma adequada de orar é derramar seu coração a Deus. Seja honesto e aberto com Deus, já que Ele conhece você melhor do que você conhece a si mesmo. Apresente suas súplicas a Deus, mas lembre-se que Deus sabe o que é melhor e não vai conceder um pedido que não é a Sua vontade para você. Expresse seu amor, gratidão e louvor a Deus em oração, mas não se preocupe em ter as palavras corretas para dizer. Deus está mais interessado no conteúdo do seu coração do que na qualidade de suas palavras.

              O mais perto que a Bíblia chega de dar um “modelo” para oração é na oração do Pai Nosso em Mateus 6:9-13. Por favor entenda, no entanto, que o Pai Nosso não é uma oração que devemos memorizar e recitar a Deus. É um exemplo de coisas que devem fazer parte da oração – louvor, confiança em Deus, pedidos, confissão, proteção, etc. Ore pelas coisas que são mencionadas no Pai Nosso, mas use suas próprias palavras e “personalize” suas orações de acordo com sua caminhada com Deus. O método apropriado de orar é expressar seu coração a Deus. Sentado, em pé, ajoelhado; mãos abertas ou fechadas; olhos abertos ou fechados; na igreja, em casa, lá fora, de manhã ou de noite – isso é tudo secundário, sujeito à preferência e convicção pessoais e o que é apropriado para aquela ocasião. O desejo de Deus é que oração seja pessoal e uma verdadeira conexão entre nós e Ele.



Por GotQuestio​ns.org

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Escravos de Cristo - John MacArthur

Esses dias eu estava procurando alguma pregação pura e sadia (o que está dificil de se encontrar neste meio de comunicação (Internet), está ficando escasso). Me deparei com um canal do youtube, que eu já conhecia a muito tempo, mas não tinha muito tempo pra olhar todas as pregações. O canal se chama Voltemos ao Evangelho. Ali eu pude encontrar pessoas realmente comprometidas com o Amor de Deus, e por isso, não se deixam levar por metodologias loucas e absurdas, mas antes de tudo, querem levar o verdadeiro evangelho a outras pessoas, e cumprir corretamente o "Ide" de Jesus. Esta pregação lhe faz pensar se você está sendo escravo do pecado, ou escravo de Cristo, por amor a Deus. 
Pense... Reflita! São apenas 16 minutos, menos do que o que você levaria para ler algo.
Deus é o único Senhor. Deus te abençõe!